Novo presidente do Senado defende nova rodada de auxílio emergencial na pandemia

  Eleito na segunda-feira presidente do Senado com 57 dos 78 votos, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, é defensor de uma nova rodada do auxílio emergencial durante a pandemia de Covid. Em discurso na sessão em que foi eleito, Pacheco disse que é preciso tentar conciliar o teto de gastos públicos com a área da assistência social, mantendo o diálogo com a equipe econômica para buscar soluções.

— A despeito do compromisso da responsabilidade fiscal e do teto de gastos públicos de índole constitucional, temos uma obrigação de reconhecer um estado de necessidade no Brasil que faz com que milhares de vulneráveis precisem do atendimento do Estado de modo que nos primeiros instantes, caso vossas excelências me outorguem o mandato de presidente, nós vamos inaugurar um diálogo pleno, efetivo e de resultados, porque isso é para ontem, para que se possa conciliar o teto de gastos públicos com assistência social — declarou.

Economia.Ig

Postar um comentário

0 Comentários