Morre idosa de 114 anos que venceu a Covid-19 na PB; morte foi causada por septicemia

  Olindina Juvêncio Atanásio da Silva morreu na tarde desse sábado (20), aos 114 anos, em João Pessoa. A idosa foi considerada a paciente com mais idade a se recuperar da Covid-19 na Paraíba. 

Dina, como era carinhosamente chamada, nasceu no dia 25 de maio de 1906. Ela era moradora da Aspan (Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes) e estava internada no Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity, em Mangabeira. A idosa morreu por septicemia, uma resposta inadequada do próprio organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão.

Em setembro de 2020, Olindina foi diagnosticada com a Covid-19 e passou oito dias internada na maternidade Frei Damião. Ela recebeu alta após se recuperar da doença. Em janeiro deste ano, ela recebeu a vacina contra a Covid-19.

O sepultamento foi realizado às 10h, deste domingo (21), no Cemitério do Cristo Redentor. 

"Devido sua idade avançada, ela apresentava um quadro clínico delicado, sendo portadora de insuficiência renal crônica, doença de Alzheimer evoluindo com infecção respiratória e urinaria de repetição", disse a Aspan, em nota.

O comunicado ainda diz: "Há 10 anos, nós somos a única família de Olindina Juvêncio. Sentiremos saudades da nossa residente que era a mais idosa do nosso lar, mas estamos confiantes que a misericórdia divina a acolheu. Depois de muitas lutas vencidas e alegrias compartilhas, nossa querida Olindina agora descansa em paz na casa do Pai Eterno".

Em uma plataforma on-line, amigos e funcionários da instituição também se despediram da centenária. Veja:

 

Portal T5

 

Postar um comentário

0 Comentários