João Azevêdo e Adriano Galdino lamentam a morte do jornalista Martinho Moreira Franco

  O governador João Azevêdo externou profundo pesar pelo falecimento, na manhã deste sábado (6), do jornalista e publicitário Martinho Moreira Franco, um ícone do jornalismo paraibano.

Além de amigo, João Azevêdo era admirador do jornalista muito antes de ocupar o cargo de governador do estado.

Pertencente à antiga geração do jornalismo paraibano, Martinho Moreira Franco era um dos colaboradores de A União e profissional bastante respeitado no meio jornalístico e cultural. Ele se destacava pelo seu talento na arte de escrever, mas também pela sua simplicidade e postura. Repórter por essência e excelência, prezava pela verdade da informação, ensinamento passado para todos os que tiveram a oportunidade de iniciar a carreira ao seu lado. Um exemplo a ser seguido por esta geração e as vindouras.

Além de passar por diversos veículos da imprensa paraibana, Martinho Moreira Franco foi Secretário de Comunicação do Governo da Paraíba.

Neste momento de perda, o governador João Azevêdo  expressa o desejo que os amigos e familiares de Martinho Moreira Franco sejam confortados, e que seu legado possa servir como alento para preencher o imenso espaço deixado pela partida física do notável jornalista.

Assembleia Legislativa da Paraíba​ lamenta morte do jornalista Martinho Moreira Franco

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores, lamenta a morte do jornalista Martinho Moreira Franco, que faleceu na manhã deste sábado (6), em João Pessoa. Ele tinha 74 anos e estava tratando de um câncer.

“É com profunda tristeza que recebemos a notícia da morte do jornalista Martinho Moreira Franco. Um homem íntegro e um profissional muito atuante, que fez um excelente trabalho no Jornal A União e em todos os meios de comunicação em que trabalhou aqui no Estado”, lamentou Adriano Galdino.

O jornalista teve uma obstrução intestinal  e precisou passar por uma cirurgia de urgência. Porém, teve uma infecção generalizada e chegou inclusive a ser entubado, mas não resistiu.

Perfil

Martinho Moreira Franco tem uma extensa trajetória na imprensa paraibana. Ingressou nos quadros da Secretaria de Comunicação do Estado ainda no Governo João Agripino. Foi crítico de cinema, redator do jornais O Norte, Correio e A União, onde também foi colunista. Foi secretário de Comunicação no Governo de Tarcísio Burity. Era conhecido por todos pela irreverência e criatividade.

Velório e sepultamento

O velório começa às 13h30 na Central de Velórios São João Batista,  ao lado do Classic. O sepultamento acontece às 16h no Cemitério Senhor da Boa Sentença, em João Pessoa.

FatosPB

Postar um comentário

0 Comentários