Após polêmica, Cláudia Veras é exonerada de cargo comissionado no Ministério da Saúde

  

A ex-secretária de Saúde da Paraíba, Cláudia Veras, foi dispensada do cargo comissionado para o qual havia sido designada na Superintendência Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba. A portaria foi publicada na edição desta segunda-feira (08) do Diário Oficial da União.

A exoneração de Cláudia Luciana de Sousa Mascena Veras aconteceu antes que ela pudesse efetivamente tomar posse no cargo. Depois de sua nomeação, foi iniciada uma intensa polêmica a respeito de quem a teria indicado ao cargo no Governo Bolsonaro.

Na última sexta-feira (05), dia seguinte à nomeação, Cláudia Veras havia desistido do cargo e pedido a exoneração. Segundo informou Eridan Pimenta, superintendente Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba, Cláudia havia sido indicada para ocupar o cargo pelo setor onde ela trabalha, já que é servidora efetiva do Ministério da Saúde há 30 anos.

Alegando motivos pessoais, Cláudia Veras declinou da função comissionada Técnica de Auxiliar de Serviços em Saúde II, que agora será ocupada por Virdenea Gonçalves Santos.

Cláudia Veras foi secretária de Saúde da Paraíba durante o governo de Ricardo Coutinho. Ela é investigada pela Operação Calvário acusada de participação em um esquema criminoso de desvio de dinheiro em setores da Educação, Saúde e Turismo.

Diário da Paraíba com ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários