MISTÉRIO: Centenas de peixes aparecam mortos na lagoa do Parque Solon de Lucena

  

Centenas de peixes mortos apareceram boiando nas águas da lagoa do Parque Solon de Lucena, no Centro de João Pessoa na manhã desta segunda-feira (25). Agentes da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) fizeram a retirada dos animais mortos e a limpeza do local.

A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da Prefeitura avaliam o que pode ter causado a morte dos animais. Em nota, a Secretaria informou que coletou amostras da água e dos peixes para identificar o que pode ter provocado a morte.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA:

Os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) estão avaliando o que teria provocado a morte de peixes na Lagoa do Parque Solon de Lucena, entre este domingo (24) e segunda-feira (25), mas algumas hipóteses já estão sendo discutidas.

De acordo com o zootécnico do Parque da Bica, Jair Azevedo, especialista em Piscicultura, é preciso avaliar o que ocorreu, mas provavelmente há uma “eutropização” da água da Lagoa, que é o excesso de matéria orgânica, reduzindo o nível de oxigênio da água, provocando a morte dos peixes. É possível também que haja uma superpopulação de peixes – os excrementos dos peixes também podem reduzir o nível de oxigênio da água.

Os técnicos vão coletar amostras da água e também dos peixes para que seja feita análise e só depois será possível saber o que pode ter provocado a morte dos peixes.

Portal Paraíba

Postar um comentário

0 Comentários