João Pessoa já vacinou mais de sete mil trabalhadores da saúde nos primeiros três dias

 

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) segue vacinando trabalhadores da saúde que estão na linha de frente de combate à Covid-19. Até as 15h desta quinta-feira (21), o governo municipal já vacinou 7.622 pessoas do primeiro grupo prioritário. Nesta sexta-feira (22), as equipes seguem a campanha de vacinação nos Hospitais Frei Damião, Hapvida, Memorial São Francisco e Nossa Senhora das Neves.

“Seguimos trabalhando para imunizar esse primeiro grupo que são os trabalhadores de saúde, que atuam de forma assistencial nos hospitais de referência aos usuários com Covid-19, com maior exposição e mais suscetíveis ao contágio. É uma segurança e um cuidado necessário”, afirmou Fernando Virgolino, chefe de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
 
“À medida que cheguem novas doses do Ministério da Saúde, seguiremos vacinando outros grupos ampliando, dessa forma, a proteção e reduzindo a morbimortalidade causada pelo novo coronavírus, bem como a manutenção do funcionamento da força de trabalho dos serviços de saúde e a manutenção do funcionamento dos serviços essenciais”, completou.
 
O Hospital Prontovida, no bairro de Tambiá, foi o primeiro hospital da rede municipal a concluir a vacinação dos 402 funcionários. Até as 22h desta quinta-feira (21), as equipes devem concluir a campanha de vacinação nos Hospitais Municipal Santa Isabel, Municipal Valentina Figueiredo, Clementino Fraga, Universitário Lauro Wanderlei (HULW), Unimed, UPAS Bancários, Cruz das Armas, Valentina e Oceania, além do Samu-192.
 
Outros quatro hospitais devem concluir a vacinação na noite desta sexta-feira (22): Frei Damião, Hapvida, Memorial São Francisco e Nossa Senhora das Neves.
 
Vacinação – O município de João pessoa recebeu neste primeiro lote 15.191 doses da vacina que previne contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Até o fim da campanha, a previsão do Ministério da Saúde é a vacinação de 208.645 pessoas na Capital da Paraíba. A meta é vacinar 90% de quem integra o grupo prioritário elegível para a vacinação.

Secom-JP

Postar um comentário

0 Comentários