Prefeita do Conde “queima” material escolar de 2021 e compromete ano letivo antes de deixar a prefeitura

Na cidade de Conde no Estado da Paraíba, a já considerada ex-prefeita, ex-presidiária e que ainda usa uma tornozeleira eletrônica por determinação do Ministério Público – MPPB, está dificultando que a equipe de transição da prefeita eleita democraticamente pelo voto livre e direto, Karla Pimentel (PROS), possam ter acesso a caixa preta da Prefeitura Municipal da cidade de Conde.

Enquanto não permite o início da transição, Márcia Lucena (PSB) “limpa” salas e estoques tentando apagar rastros que possam incriminá-la, e vai deixando “cascas de banana” para a gestão futura.

Entre os atos mais insanos está a divulgação da entrega de material escolar prevista para hoje, com direito a cerimônia com a presença da ainda prefeita Márcia.

Chefe de ações pedagógicas da rede estadual e coordenador de Robótica, o pedagogo Thalles de Araújo fez o alerta em seu Instagram: “Esse adiantamento [da entrega dos materiais] prejudica toda sistemática idealizada para o ano letivo”. Ele esclareceu à nossa redação que dificilmente os alunos guardarão estes materias até o início da aulas em 2021. Além disso, não haverá tempo para uma nova licitação.

Com a “queima” da entrega do material, boa parte dos alunos da rede municipal de ensino do Conde ficará sem material ano que vem. “Só transparece a falta de compromisso com a educação, desfazendo um planejamento coerente por um ato individualista prejudicando assim, a vida escolar dos nossos alunos” reclama professor Thalles.

         

Postar um comentário

0 Comentários