Namorado confessou que matou modelo estrangulada na casa de veraneio em Lucena 

  Kennedy Ramon Alves Linhares, 32 anos, apontado pela Polícia Civil da Paraíba como o principal suspeito de ter matado a modelo Lourrayne Ribeiro, confessou o crime ao ser preso neste sábado (19) na Bahia.

Ele também indicou à Polícia o local onde desovou o corpo e neste domingo (20) a modelo paraibana, de 19 anos, foi encontrada e seu corpo já estava em avançado estado de decomposição, às margens do Rio Paraíba, nas proximidades da região conhecida como Café do Vento, no município de Sobrado.

O corpo estava embaixo de uma ponte da BR-230 e só foi localizado um dia depois da prisão temporária do namorado.Lorrayne estava desaparecida há uma semana. Segundo informações da Polícia Civil da Paraíba, ela tinha ido com o namorado para uma casa de veraneio no município de Lucena, região metropolitana de João Pessoa, e essa teria sido a última vez que ela foi vista com vida.

Prisão do Namorado

Nesse sábado (19), a Polícia Civil da Bahia conseguiu prender o suspeito no município de Eunápolis. Ele teria fugido da Paraíba depois do crime e, agora, será transferido de volta a João Pessoa, onde prestará depoimento aos policiais locais responsáveis pela investigação.

De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, o namorado confessou o crime ao ser preso e indicou o local onde deixou o corpo, após matá-la.

Ele foi preso no sul da Bahia, quando estava em fuga, através de uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil.

O suspeito será encaminhado para a Central de Polícia de João Pessoa e deve chegar até quarta-feira (23).

Keneddy Ramon já tem passagem pela polícia por outros crimes, inclusive pela Lei Maria da Penha.

Postar um comentário

0 Comentários