Ministra do STJ nega liminar e mantém prisão de Coriolano Coutinho

  A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou nesta quinta-feira (17) liminar para a soltura de Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (STJ).

Com a decisão, ele permanece detido na Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, em Mangabeira, na capital.

Coriolano Coutinho foi preso no último dia 9, durante a última fase deflagrada da Operação Calvário.

Ele foi detido em decorrência do não cumprimento de medida cautelar em relação ao monitoramento eletrônico.

Postar um comentário

0 Comentários