Justiça decreta prisão de sobrinho de Expedito Pereira apontado como participante do crime

 

O Juiz Marcos William acatou pedido do delegado e decretou a prisão temporária de José Ricardo Pereira. O mandado é de 30 dias.

José Ricardo Alves é sobrinho do ex-prefeito de Bayeux, que foi assassinado na última quarta(09) na cidade de João Pessoa. Segundo informações do inquérito policial, José Ricardo é apontado como o mandato do crime. A motivação foi financeira e será detalhada numa coletiva da Polícia Civil.

Uma fonte informou ao blog que Leon Nascimento, preso no fim de semana e apontado como autor dos disparos, recebeu 3 mil reais para matar o médico e ex-prefeito. Leon tenta um acordo de delação premiada junto ao Ministério Público.

A expectativa é que Ricardo Pereira se entregue a polícia ainda nesta quarta-feira.

Voz da Paraíba

 
 

Postar um comentário

0 Comentários