Imagem de Iemanjá é alvo constante vandalismo em João Pessoa

 Imagem da santa destruída na praia de Cabo BrancoNesta terça-feira (8) é celebrado o dia de Iemanjá em João Pessoa. A data é considerada feriado pelas homenagens à Nossa Senhora da Conceição para os católicos da capital paraibana. Por conta do sincretismo religioso imposto contra as religiões de matriz africana, a santa conhecida como a Rainha do Mar recebe honrarias dos fiéis paraibanos nesta data.

O tempo passou, mas o preconceito religioso não acabou. Um dos locais de devoção à santa no fim da Praia de Cabo Branco sofre deterioração há anos, denunciam os religiosos.

Segundo Pai Beto de Xangô, a imagem da santa é constantemente depredada e não há interferência do poder público. A santa teve a cabeça retirada e a estrutura física da praça foi destruída.

Neste ano, por conta da pandemia da Covid-19, o evento realizado nas areias da Praia de Cabo Branco, no Busto de Tamandaré, foi cancelado. Realizada há 54 anos, a Federação dos Cultos Afro-brasileiros do Estado da Paraíba (FCAB-PB) afirmou que a festa será realizada de forma independente pelos espaços religiosos. 

Pai Beto de Xangô lembra que, na infância, a praça de Iemanjá era visitada antes da chegada ao Busto de Tamandaré, porém, atualmente o local foi esquecido.

Postar um comentário

0 Comentários