Cabedelo deve suspender eventos após recomendação do MPPB, devido ao aumento de casos de Covid-19

  

O prefeito reeleito de Cabedelo, Vítor Hugo (DEM) deverá determinar o fechamento das casas de festas e proibir eventos privados, em locais abertos ou semiabertos, a partir desta segunda-feira (07). A decisão do gestor se dá após recomendação do Ministério Público da Paraíba (MPPB), de fechar os estabelecimentos no prazo de 24 horas, devido ao aumento de casos do novo coronavírus.

Na recomendação, assinada pelo Promotor de Justiça, Francisco Bergson Gomes, foi solicitada a adoção de providências imediatas por parte da Prefeitura e Cabedelo, para que sejam intensificadas as fiscalizações, autuação e interdição de eventos que possam gerar aglomeração.

O documento pede “a imediata adoção das providências cabíveis para intensificação da fiscalização, autuação e interdição de todos os eventos e atividades em desacordo com a legislação pertinente, sobretudo os supracitados, quais sejam: o evento religioso “VIGÍLIA DA VIRADA”, previsto para ocorrer às 22h (vinte e duas horas) do dia 05 (cinco) de dezembro até as 05h (cinco horas) do dia 06 (seis) de dezembro do corrente ano, no Forrock, na BR-230, Cabedelo; “RÉVEILLON 7 ONDAS”, definido para as 23h do dia 31 de dezembro, no UNIQUE BEACH, na beira mar de Camboinha”.

Postar um comentário

0 Comentários