Advogado Aécio Farias deixa defesa de acusado de envolvimento no caso Expedito Pereira após assinatura de delação premiada

O advogado Aécio Farias Filho, que atuava na defesa de Leon Nascimento por crimes antigos no Centro-Oeste do país, ao tomar conhecimento do acordo de colaboração premiada com o Ministério Público da Paraíba em relação à morte de Expedito Pereira, deixou a defesa do acusado de ser o executor do assassinato.

Aécio informou que Leon está em tratativas para delação premiada no caso da morte do ex-prefeito de Bayeux. Leon Nascimento negava a acusação, porém, segundo fontes, fez acordo de delação premiada com o MPPB. O advogado Aécio Farias se manifestou em poucas palavras: "não defendo delator."

Expedito Pereira foi prefeito de Bayeux por quatro mandatos, além de ter sido deputado estadual e vereador. Foi assassinado no dia 9 de dezembro com dois disparos de arma de fogo, no bairro de Manaíra, em João Pessoa.

A Polícia Civil investiga um sobrinho, ex-candidato a vereador em Bayeux, Ricardo Pereira, além dos dois suspeitos que prestaram depoimento, pois trabalharam com Ricardo na campanha das Eleições 2020 e pegaram emprestada a moto que foi usada no crime contra Expedito.

Diário da Paraíba com ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários