OPINIÃO: Você sabia? Nilvan Ferreira faz parte da "Operação Vitrine" e "Xeque-Mate"; VEJA DETALHES

 

O candidato a prefeito de João Pessoa Nilvan Ferreira (MDB), é bastante conhecido pela população por fazer um jornalismo no rádio e na TV pregando a moral, honestidade e o combate a corrupção. Mas o que acontece na realidade é contraditório ao que se é dito diariamente aos pessoenses. 


Nilvan foi alvo de investigação pela Polícia Civil em parceria com a Delegacia de Defraudações e Falsificações e a Receita Estadual na "Operação Vitrine" onde lojas de sua propriedade (Griff Multimarcas) foi acusada de vender produtos falsificados de marcas reconhecidas nacionalmente e também sonegação de impostos. Nilvan conta com o esquecimento da população sobre o caso, que tramita em segredo de Justiça há pouco mais de 3 anos, porém, foi constatado em perícia que os produtos eram sim falsificados.

Nilvan Ferreira também foi citado na "Operação Xeque-Mate" por delator, onde acusa o mesmo de receber propina. Na época, Nilvan atuava na Rádio Arapuan, e teria recebido R$ 3 mil para se posicionar contra a construção do Shopping Pátio Intermares. Contudo, ele teria mudado de ideia e surpreendeu o grupo que supostamente lhe teria “contratado”. O delator diz ter impressa uma conversa de WhatsApp com a tratativa sobre o “acordo” e que descontente com o valor, considerado baixo, o radialista teria passado a defender o shopping de Intermares.

“Você negociar milhões com Roberto [Santiago] e vem me dar um couro de rato?”, disse o delator como se tivesse sido a resposta do radialista. O homem conta que chegou a ir ao estúdio pouco tempo depois conversar com Nilvan sobre o assunto e que o comunicador teria devolvido o dinheiro.

VEJA VÍDEO DO DELATOR:



Afinal, o candidato Nilvan Ferreira é original ou só mais uma falsificação no mundo político?

 Blog do Feitosa do Cristo

Postar um comentário

0 Comentários