Nilvan usou esposa para receber mais de R$ 290 mil em diversas Prefeituras


 O comunicador Nilvan Ferreira, que adotou o discurso da seriedade e combate à corrupção quando decidiu se aventurar como candidato a prefeito de João Pessoa, fez da família um verdadeiro ‘balaio de gatos’. Para conseguir receber os famosos ‘tocos’ de administrações municipais pela Paraíba afora, utilizou da esposa como laranja. Foram mais de R$ 290 mil, entre 2009 e 2020.

Fernanda Gonçalves Bernardino, esposa do comunicador, segundo o Sagres/TCE-PB, é um exemplo de companheira na percepção dos lucros da família, em acordos do comunicador.
Em João Pessoa, na administração de Luciano Cartaxo (janeiro de 2018 a fevereiro de 2020), foi contratada como dentista, com o vencimento mensal em torno de R$ 3,7 mil. O curioso é que, entre fevereiro e junho de 2018, também exerceu paralelamente a função de digitadora no município de Santa Rita, com salário de R$ 2 mil.

Noutro esforço de grande deslocamento, entre os anos de 2011 e 2012, ela acumulou os cargos de assessora política do Gabinete do Prefeito de Campina Grande, e de assessora técnica da Secretaria de Educação de Santa Rita, na administração de Marcos Odilon. Pelas duas atividades, teve de percorrer mais de 112 quilômetros entre as duas cidades. Além disso, morava em Cabedelo (distante mais 30 quilômetros de Santa Rita). Ao todo, para um dia de trabalho, teria sido necessário percorrer 284 quilômetros.

Foram duas passagens por Bayeux, na gestão do também comunicador Jota Júnior. A primeira, entre fevereiro e setembro de 2013, quando foi coordenadora de programas, com vencimento de R$ 1,7 mil. Na segunda, entre fevereiro de 2015 e dezembro de 2016, exerceu a função de assessora executiva da Secretaria de Fazenda, com salário de R$ 1,4 mil mensais.

Ainda na lista de municípios que a esposa do comunicador manteve vínculo como comissionada, está Sousa, na administração de André Gadelha (2014). Lá, a esposa de Nilvan foi nomeada como assistente administrativa, com vencimento de R$ 1 mil, de janeiro a setembro, ligada ao Gabinete do Prefeito e à Secretaria de Saúde.

Impresado

Postar um comentário

0 Comentários