Nova fase da Operação Calvário bloqueia mais de R$ 23,4 milhões de investigados; confira lista

 A 9ª fase da Operação Calvário que foi deflagrada na manhã desta terça-feira (27) em João Pessoa, Cabedelo e Brasília, bloqueou mais de R$ 23,4 milhões de bens de investigados. Entre eles está o ex-governador e candidato a prefeitura de João Pessoa, Ricardo Coutinho, que teve R$ 2,28 milhões bloqueados.

Mais 12 pessoas e empresas tiveram o bloqueio confirmado pela Justiça Federal. A Operação investiga atos ilícitos na contratação e execução de serviços realizados por organizações sociais responsáveis pela gestão de unidades da saúde e da educação no Estado da Paraíba

A Operação Calvário tem atuação conjunta da Polícia Federal, Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF). 

Ao todo foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão nas cidades de João Pessoa, Bayeux, e Cabedelo, na Paraíba; Aracaju, em Sergipe; e no Distrito Federal. Participaram da operação 80 policiais federais.

Confira a lista com os nomes das pessoas e empresas que tiveram os bloqueios realizados:

Ricardo Vieira Coutinho - R$ 2,28 milhões
Gilberto Carneiro da Gama - R$ 2,28 milhões
Arthur Paredes Cunha Lima - R$ 2,28 milhões
Arthur Paredes Cunha Lima Filho - R$ 2,28 milhões
Diogo Maia da Silva Mariz - R$ 2,28 Milhões
Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama - R$ 1,01 milhão
Lúcio Paredes Cunha Lima - R$ 1,01 milhão
Keydison Samuel Sousa Santiago - R$ 2,6 milhões
Maia & Mariz Advogados Associados - R$ 2,28 milhões
SG Construções e Locações de Máquinas e Equipamentos LTDA - R$ 1,01 milhão
Cidade Inteligente Goiana Construções SPE - R$ 1,01 milhão
Seven Software Sistemas e Serviços LTDA - R$ 1,01 milhão
Sumário Editora, Comércio e Distribuidora de Livros, Revistas e Periódicos, Representações e Gráfica LTDA - R$ 1,01 milhão

ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários