Prefeita Luciene Gomes regulamenta e flexibiliza abertura do comércio em Bayeux

  

A Prefeita Luciene Gomes publicou o Decreto No. 074/2020, de 17 de setembro, regulamentando e flexibilizando a reabertura do comércio local.

O município ainda permanece na bandeira laranja, porém considerando os indicadores de taxas de letalidade, obediência ao isolamento social, ocupação hospitalar e outros índices, a Coordenação de Vigilância em Saúde elaborou um Plano de Contingência que permite a abertura quase total dos estabelecimentos, desde que observadas regras e exigências como horário de funcionamento reduzido, utilização das medidas sanitárias obrigatórias e obediência de distanciamento e ocupação reduzida, proporcional à área do empreendimento, além da utilização de máscaras.

Assim, fica mantido o funcionamento dos serviços essenciais como supermercados e afins, lojas de materiais de construção, farmácias e drogarias, padarias, confeitarias, revendas de gás, açougues e postos de combustíveis.

No horário restrito de 9h às 15h, funcionarão os serviços considerados de baixo risco: joalherias, relojoarias, lojas de vestuário, acessórios, calçados e afins, lojas de artigos esportivos e afins, auto peças, lojas de venda e manutenção de equipamentos, serviços de recursos humanos e terceirização, concessionárias e oficinas de veículos motorizados, lojas de artigos de casa, tecidos e aviamentos, lojas de móveis e colchões, lojas de variedades, lojas de fogos de artifício, serviços de publicidade e afins, agências de turismo e afins.

Também no horário reduzido de 9h às 15h funcionarão serviços considerados de médio risco: comércio de animais vivos, comércio de plantas e flores, lojas de eletrodomésticos de áudio e vídeo, comércio de artigos de papelaria e afins, tabacarias e lojas de brinquedos, lojas de departamento e magazines, comércio para artigos de caça, pesca e camping, comércio de instrumentos musicais e acessórios, equipamentos de áudio e vídeo e comércio varejista de equipamentos para escritórios. 

Bares e restaurantes deverão obedecer o horário de 9h às 15h e de 18h às 22h.

Com 40% da capacidade poderão funcionar hoteis e afins, cabeleireiros e atividades de tratamento de beleza com agendamento prévio, acadenias de ginástica também com agendamento prévio, igrejas e templos com a celebração de missas, cultos e demais cerimônias.

As atividades consideradas de alto risco, só poderão funcionar na modalidade ‘‘take away’’ ou ‘delivery’’: comércio de souvenirs, bijouterias e artesanatos, lojas de variedades, varejista de outros artigos usados, comércio de discos, DVDs, fitas, livros, jornais e revistas, doces, balas e bombons, equipamentos de telefonia e telecomunicação, artigos fotográficos e filmagens, lojas duty free de aeroportos.

As atividades de colégios, cursos de idiomas e informática, creches e instituições de

ensino superior só terão suas atividades liberadas na bandeira verde.

Clínicas médicas e laboratórios de exames poderão funcionar no horário de 6h às 16h.

De acordo com a secretária de Indústria e Comércio, Jeovânia Queiroz, a partir de amanhã, em parceria com o Centro de Diretores Lojistas, uma comissão visitará o comércio prestando informações e esclarecimentos.

Prefeita Luciene Gomes com a Secretária de Indústria e Comercio, Jeovânia Queiroz


A reabertura das atividades econômicas em Bayeux tem sido uma reivindicação insistente, tendo em vista os elevados prejuízos tanto para empresários como para os trabalhadores.Entendendo essa necessidade, a prefeita Luciene Gomes assinou e publicou esse decreto de flexibilização para permitir a reabertura do comércio em Bayeux. A medida foi recebida com grande entusiasmo e alívio por comerciantes e empregados da cidade.

Postar um comentário

0 Comentários