MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONFIRMA: Ensino fundamental piorou em Lucena na gestão de Marcelo Monteiro

De acordo com os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, do Ministério da Educação, o ensino fundamental piorou nos 7 anos da gestão do prefeito Marcelo Monteiro.

O município só atingiu a meta do IDEB nos anos de 2007, 2009 e 2011 – na gestão do ex-prefeito Bolão – destacado em verde na tabela a seguir que avaliou a 4° série / 5° ano:

Desde o início da gestão do atual prefeito, em 2013, até o último levantamento, em 2017, Lucena jamais atingiu a meta projetada.

O mesmo ocorre na 8° série / 9° ano, Lucena só atingiu a meta projetada do IDEB em 2007, 2009 e 2011. Desde então, de 2013 até até 2017, o índice vem caindo drasticamente:

O que é o IDEB

Ideb é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

O Ideb funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população por meio de dados concretos, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. Para tanto, o Ideb é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.

As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil, para escolas e municípios, e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), para os estados e o País, realizados a cada dois anos. As metas estabelecidas pelo Ideb são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

Diário da Paraíba com Polika

Postar um comentário

0 Comentários