Lucro e aprovação em vestibulares desvirtuam propósitos das escolas, afirma vereador

O vereador Lucas de Brito (PV) acredita que a busca incessante por maiores lucros e pela aprovação em vestibulares está desvirtuando os verdadeiros propósitos das instituições escolares. O parlamentar foi o terceiro orador a se pronunciar na tribuna da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), durante sessão ordinária desta quinta-feira (14).

Segundo o vereador, a formação das crianças e adolescentes em cidadãos está sendo posta de lado. “Não podemos ter escolas preocupadas apenas em diminuir os custos ou aumentar o número de aprovados em provas de vestibular. As escolas precisam preparar os alunos para a vida. Não se ensina sobre educação financeira, por exemplo, ou educação sexual, para que as crianças entendam quando estão sofrendo abuso e informem a alguém”, exemplificou.

“Estamos nos deparando com escolas preocupadas com o aumento da margem de lucro e não  em conferir mecanismos de segurança que permitam que as crianças tenham um desenvolvimento seguro dentro dos estabelecimentos de ensino”, afirmou o vereador. Lucas de Brito lamentou o caso de possíveis abusos sexuais ocorridos em escola privada da Capital e a chacina que resultou na morte de 10 pessoas no município de Suzano, em São Paulo.

Medidas de Segurança

Lucas de Brito informou que vai propor um Projeto de Lei que disciplina o uso dos banheiros nas escolas de forma segmentada, por faixa etária. “Não faz sentido crianças de até 12 anos, ainda em formação, frequentarem os mesmos banheiros de adolescentes e jovens de 16 e 17 anos. Acredito que a forma de garantir segurança no ambiente escolar passa por essa segmentação,” explicou.

O parlamentar também sugeriu o uso da tecnologia em favor da segurança, com a instalação de câmeras de monitoramento em locais estratégicos – como já ocorre em escolas da rede pública municipal de ensino – e a capacitação permanente de inspetores escolares. “A CMJP vai fortalecer essa campanha em favor de mais segurança nas escolas, instituições às quais confiamos nossos filhos, parentes e pessoas queridas”, declarou.

Os vereadores Marcos Henriques (PT) e Carlão (DC) concordaram com o fato de que a educação precisa ser reformulada.



Clarisse Oliveira

Postar um comentário

0 Comentários